quarta-feira, 1 de julho de 2009

CPI da pedofilia em Coari:A acareação


Ao serem colocados frente a frente a profª. Ana célia e seu ex-marido, José Olegário para a acareação ficou claro quem tinha algo á temer.Visivelmente nervoso,Olegário perguntou por que Ana Célia ficava inventando essas mentiras.



Essas afirmações transformaram mãe da menor em uma leoa :


”mentiras?! Como mentiras Olegário?Porque até hoje tu nunca me dissestes o que aconteceu com nossa filha,você sabendo do meu sofrimento não me falava onde ela estava!Viajou para Manaus e não disse que ia buscar nossa filha,depois disse por telefone que a Lândia tinha encontrado nossa filha perdida no aeroporto e que ela reconheceu que era minha filha, eu nunca tive contato com essa mulher !”



Olegário tinha solicitado ainda que quando chegasse em Coari com a menina,não queria polícia nem ninguém esperando no porto.Perguntado pelo senador qual o motivo deste pedido,o pai da menor não soube explicar.


Ana Célia também o acusou de ameaçá-la e constrangê-la em seu local de trabalho,com palavras de baixo calão.O pai da menor também teria tentado intermediar uma conversa entre o ex-prefeito de Coari e a mãe da menor, que afirmou que não tinha nada a tratar com ele.



O que josé Olegário não sabia é que,simultaneamente a acareação,sua filha K.A.S.C,estava depondo em Manaus ao Ministério público Estadual,neste depoimento a menor desmentiu totalmente a versão do pai e complicou mais ainda sua situação perante a justiça.