segunda-feira, 22 de março de 2010

Sem Internet

Se não bastasse a TIM sem um serviço de qualidade, a internet resolveu nos deixar na mão neste fim de semana. Mas para ser blogueiro em Coari é preciso mais do que nunca paciência.

A semana começou intensa politicamente, e nos próximos dez dias muito do tabuleiro político seja na esfera local, quanto estadual e nacional vai ser alterado.

É só aguardar para conferir....

quarta-feira, 17 de março de 2010

Serra tem 35% e Dilma, 30% das intenções de voto, diz pesquisa Ibope

Diferença entre governador e ministra diminuiu de 21 pontos para 5.
Ciro Gomes aparece com 11% das intenções de voto; Marina tem 6%.

Maria Angélica de Oliveira Do G1, em São Paulo


Pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) ao Ibope divulgada nesta quarta-feira (17) sobre as intenções de voto para presidente da República aponta o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), com 35% da preferência do eleitorado, contra 30% da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT). O deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) tem 11%. A senadora Marina Silva (PV-AC) aparece com 6%.

Leia também: 'Pesquisa é retrato do momento', diz Dilma em Minas

Serra diz que até outubro não vai comentar 'nenhuma' pesquisa

A pesquisa foi realizada entre 6 e 10 de março e os resultados consideram nomes sugeridos em uma lista para os eleitores. Foram entrevistadas 2002 pessoas em 140 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O intervalo de confiança estimado é de 95%.

A diferença entre o governador e a ministra diminuiu de 21 pontos percentuais, no levantamento anterior, divulgado no início de dezembro, para cinco pontos agora. Em dezembro, Serra aparecia com 38% das intenções de voto, contra 17% de Dilma Rousseff, 13% de Ciro Gomes e 6% de Marina Silva.

Na pesquisa, brancos e nulos somaram 10%, contra 13% no levantamento anterior. Eleitores que não souberam responder são 8%, contra 12% na pesquisa de dezembro.

Com Aécio

Em outro cenário, com o governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), no lugar de Serra, Dilma assume a liderança com 34% das intenções de voto, contra 21% de Ciro, 13% de Aécio e 8% de Marina. Brancos e nulos são 14%. O percentual de eleitores que não responderam foi de 9%.

A CNI/Ibope também simulou a intenção de voto em dois quadros sem Ciro Gomes. No primeiro, Serra tem 38%, contra 33% de Dilma e 8% de Marina. Nesse cenário, brancos e nulos somam 12%, e eleitores que não responderam, 8%. Em outra simulação, desta vez com o governador mineiro, Dilma tem 39% das intenções de voto e é seguida por Aécio, com 18%, e Marina, com 12%. Brancos e nulos são 19%. Doze por cento dos eleitores não responderam.

Segundo turno

A pesquisa simulou diversos cenários de segundo turno. Serra vence todos os possíveis concorrentes nas simulações apresentadas. O cenário mais disputado é entre ele e Dilma, quando ele aparece com 44% contra 39% de Dilma.

A ministra, por sua vez, tem vantagem contra todos os demais adversários na simulação de segundo turno, com exceção do quadro com Serra. Em uma eventual disputa com Ciro Gomes, ela teria 45% e ele, 29%.

A pesquisa buscou avaliar o potencial de transferência de votos do presidente Lula. De acordo com o resultado, 53% disseram que preferem votar em um candidato apoiado pelo presidente, outros 10% afirmaram que preferem um candidato de oposição e 33% disseram que não vão levar a posição do presidente em conta na hora de votar.

Rejeição

O menor índice de rejeição é o do governador José Serra: 25% dos entrevistados disseram que não votariam nele de jeito nenhum para presidente. Esse percentual era de 29% na última pesquisa. Em relação a Dilma Rousseff, o índice de rejeição caiu de 41% em dezembro, para 27% agora. Ciro tinha rejeição de 33% e agora é rejeitado por 28% dos entrevistados.

Os maiores índices de rejeição são de Marina e Aécio, com 31% cada um.
Serra é o pré-candidato mais conhecido da população. Na pesquisa, 65% disseram que o conhecem bem ou "mais ou menos". Dilma teve o maior crescimento no que se refere a ser conhecida. Em dezembro, 32% das pessoas diziam que a conheciam bem ou "mais ou menos". Esse índice agora é de 44%.

Espontânea

Segundo Rafael Lucchesi, diretor de operações da CNI, um dos pontos mais representativos da pesquisa "é o percentual de 42% de eleitores que não sabem em quem votarão na pesquisa espontânea", quando não são apresentados nomes para os eleitores.

Nessa simulação, o presidente Lula foi o mais mencionado pelos entrevistados: 20% disseram que votariam nele, apesar de Lula não poder se candidatar por já estar em seu segundo mandato. 14% mencionaram Dilma e 10% citaram Serra. Aécio Neves foi lembrado por 3%, enquanto Marina Silva e Cir Gomes tiveram, cada um, preferência de 1% dos eleitores.

Datafolha

Pesquisa Datafolha divulgada em 27 de fevereiro mostrou queda na diferença entre os pré-candidatos do PSDB, o governador paulista, José Serra, e do PT, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, à sucessão presidencial.

O levantamento apontou Serra com 32% das intenções de voto; Dilma Rousseff, com 28%; o deputado federal Ciro Gomes (CE), pré-candidato do PSB, com 12%; e a pré-candidata do PV, senadora Marina Silva (AC), com 8%. Na mostra anterior do Datafolha, divulgada em dezembro de 2009, Serra tinha 37%; Dilma 23%; Ciro 13%; e Marina 8%.

Outro levantamento

Pesquisa realizada pelo Ibope por encomenda da Associação Comercial de São Paulo e realizada entre os dias 6 a 9 de fevereiro indicava Serra com 36% das intenções de voto e Dilma 25%. Em terceiro lugar estava o deputado federal Ciro Gomes (PSB) com 11%, seguido da senadora Marina Silva (PV) com 8%.

terça-feira, 16 de março de 2010

Sonho de Sabino...

Do Claro & Escuro do Diário

Adail Reprovado ( De Novo)

Parecer prévio do TCE( Tribunal de Contas do Estado), recomenda a Câmara Municipal de Coari a não aprovação das contas de 2002 do ex-prefeito Adail Pinheiro, com aplicação de multa de R$ 32,2 mil e devolução de R$ 1,2 milhão aos cofres públicos de Coari.

segunda-feira, 15 de março de 2010

Dividir para conquistar





A estratégia é muito simples, aliás podemos dizer clássica, pois segue as práticas maquiavélicas bastantes difundidas pela maioria dos políticos brasileiros. Sabino não veio à Coari, porque estar preocupado com a situação do povo de Coari, sua preocupação maior é com sua difícil reeleição.

Sabino não conta mais com a mídia de TV e rádio em Manaus, já que o mesmo foi banido dos meios de comunicação da Capital do Estado com seus programas sensasionalistas de apologia à pobreza e a violência. A sociedade manauara repudiou tais programas, principalmente com os escândalos à nível nacional causados pelos irmãos Souza. Sem as ferramentas usadas para lhe proporcionar uma eleição fácil para a Câmara Federal, Sabino resolveu sair em busca dos votos no interior do Estado.

Numa estratégica "Kamikase" resolveu atacar os prefeitos dos maiores colégios eleitorais do interior, e assim criou programas em Itacoatiara, Coari e Tefé, cidades que vivem momentaneamente uma instabililidade política. A vinda de Sabino a estes municípios não foi mera coincidência, pois todos três enfrentam problemas com cassação de prefeitos, e que infelizmente com a alternância de poder sofrem com os problemas acarretados pelas disputas políticas.

Sabino percebeu aí um filão eleitoral, atacar os prefeitos que enfrentam problemas, acirrar a polarização política e o espírito de divisão nas cidades. Aproveitando-se da instabilidade e tentando traduzir isso em votos na eleição vindoura, o Deputado Federal cria programas sensacionalistas e particularmente para Coari trás uma apresentadora que andava desempregada em Manaus por estar envolvida com pedofilia e exploração sexual de menores de idade, Renata Maquiné. Sem trabalho em Manaus, ela também agarrou com unhas e dentes oportunidade no interior do Estado, achando que ninguém conheceria seu passado negro.

Em Itacoatiara a tentativa de uma programa na linha do existente em Manaus na Rede Vida foi barrada pelo Bispo da cidade, que não admitiu o uso de um veículo de comunicação que tem função primordial de envangelizar ser usada para práticas eleitoreiras.

Aqui em Coari Sabino encontrou abrigo em uma rádio que há tempos é um braço político. Acostumada com factóides a Nova Coari FM viu a oportunidade de tentar alavancar sua audiência, haja vista seus apresentadores estarem todos desacreditados. E assim se montou um teatro sensacionalista e denuncista, na tentativa de manter um clima de divisão política na cidade e o acirramento do clima de constante campanha que Coari ainda vive.

Com inúmeras pseudo-denúncias sobre as obras da prefeitura, Sabino estreiou seu programa, mas o que Sabino não explica é por quê suas tão decantadas denúnicias não ganham corpo na Capital do Estado. Mas posso explicar: primeiro não é o Dep. Sabino competente para dizer, afirmar, se há irregularidades na prefeitura, é responsabilidade do TCE ( Tribunal de Contas do Estado) e vale lembrar que um dos primeiro atos do novo prefeito foi trazer os técnicos do TCE para analisar a real situação do município. Segundo, nem um jornal realmente sério acredita em Sabino Castelo Branco.

Outra estratégia de Sabino é tentar trazer o prefeito para uma discussão eterna, o que não irá ocorrer, quando a justiça der o direito de resposta ao prefeito ele se pronunciará, enquanto isso, ele tem algo mais importante para se preocupar, mas precisamente uma cidade de mais de 80 mil habitantes e que tem problemas urgentes. E é esta indiferença do prefeito que tira o sono de Sabino, pois desta forma ele tem a certeza de seus planos não estão se concretizando.

Diante disso Sabino continuará à apontar sua metralhadora giratória para todos na administração, infelizmente alguns caem na armadilha e ficam numa eterna troca de acusações que só irrita os ouvidos da população. A melhor resposta que se deve dar aos críticos é com trabalho, é isto que o povo mais espera, e é este o propósito do Prefeito, ele não irá entrar no estratagema de Sabino, pois essa discussão em nada favorece ao povo de Coari, Arnaldo poderá até elogiar o Deputado a partir do momento em que este realmente fizer algo enquanto parlamentar por nossa cidade.

Enquanto isso uns irão falar, gritar, espernear, espraguejar. Outros irão trabalhar, o tempo será o melhor juiz...

sábado, 13 de março de 2010

Nova divisão dos Royalties do pré-sal: Coari novamente prejudicada.


A nova divisão dos Royalties do Pré-Sal foi considerado pelo governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, um verdadeiro linchamento político com seu Estado. Um dos principais produtores de Petróleo do País, o Rio de Janeiro terá boa parte de sua arrecadação dividida entre os demais Estados da Federação.

Coari o município que mais produz petróleo aqui no Amazonas também irá amargar uma grande queda de arrecadação se a nova divisão for aprovada. A arrecadação municipal cairá de R$ 67 milhões para cerca de pouco mais de R$ 61 milhões. Manaus terá uma acréscimo de mais de R$ 10 milhões há mais em sua receita. O que aumentará ainda mais o abismo econômico entre a capital do Estado e demais municípios.

Durante todo o final de semana o que se viu no Rio de Janeiro foram manifestações de repúdio à nova divisão, inclusive no próprio campeonato carioca, onde em diversos jogos se viu um minuto de silêncio em virtude da nova divisão.

Segundo o governador Sérgio Cabral, os investimentos em infraestrutura para a Copa e as Olimpíadas estariam inviabilizados se for aprovado no Senado a nova divisão. E em Coari? Quais seriam os reais prejuízos para um município que tenta sair de um colapso econômico?

Certamente esta pergunta não foi feita pelo que hoje se diz paladino da justiça em Coari, o Dep. Sabino Castelo Branco, pois o mesmo, que hoje afirma "sofrer" junto com o povo desta cidade, votou justamente contra o povo de Coari, ou seja, pela aprovação da nova divisão.Vai entender.... Aliás seria interessante saber de um dep. tão "compromissado" como diz o mesmo, quais foram as emendas parlamentares que o nobre Dep. fez a favor de Coari.

É complicado! quer dizer que para vociferar contra administração é fácil, mas para usar a caneta para favorecer o povo aí não pode! O nobre Dep. poderia seguir os exemplos dos seus pares, os Dep. Marcelo Serafim, Francisco Praciano, Rebeca Garcia, que fizeram o uso de sua condição de parlamentar par beneficiar através de emendas o povo de nossa cidade.

Espero que o nobre Dep. repense sua relação com o eleitorado da cidade, pois as pessoas bem informadas não caem nessas estratégias já conhecidíssimas em Manaus de atacar o prefeito de plantão. Mas não devemos esperar muito de alguém que numa segunda-feira, o primeiro dia de trabalho em Brasília ( que aliás só funciona até quinta-feira), está longe do seu local de trabalho.

Fica aqui o recado Deputado: "Fale menos, trabalhe mais, o povo de Coari agradece".

sexta-feira, 12 de março de 2010

STF acolhe denúncia contra Silas Câmara

Ueslei Marcelino -SCO/STF
Ministro Joaquim Barbosa (ao centro) acolheu denúncia feita pelo Ministério Público Federal contra o parlamentar do PSC



Antônio Paulo
Da equipe de A CRÍTICA

BRASÍLIA (SUCURSAL) – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, acolheu ontem denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o deputado federal Silas Câmara (PSC-AM) por crime de peculato previsto no artigo 312, parágrafo primeiro do Código Penal. O Inquérito nº 2005 investiga suposto desvio de recursos públicos por parte do parlamentar amazonense, acusado de receber parte ou a totalidade dos salários dos assessores de seu gabinete entre janeiro de 2000 e dezembro de 2001.

O MPF também constatou que Silas Câmara mantinha em seu gabinete dois servidores que trabalhavam na Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM) e ainda que teria nomeado como secretários parlamentares, naquele período, três empregados de sua casa: a cozinheira, o motorista e o jardineiro. Após o voto do relator Joaquim Barbosa, o ministro Dias Toffoli pediu vista ao processo e o julgamento foi suspenso.

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel do Santos, disse que o Ministério Público constatou que o ex-assessor parlamentar Raimundo Silva Gomes, que também responde por peculato no mesmo processo, era o responsável por recolher o dinheiro mensalmente de Marcelo Amorim, José Francisco, Vladimir, Sérgio Câmara e Maria Gorete para pagar contas pessoais do gabinete e do próprio deputado, como cartões de crédito, e que os saldos eram depositados na conta do deputado.

O sigilo bancário de Silas e de 34 funcionários de seu gabinete foi quebrado com autorização do ministro Joaquim Barbosa. Após analisar os dados bancários, o MPF concluiu que a conta corrente de Raimundo Silva Gomes servia de passagem do dinheiro recebido pelos demais secretários parlamentares, assim como a conta bancária de Sérgio Câmara Lima. O assessor-chefe (Raimundo) tinha salário líquido de R$ 1.298 mensais e no período de janeiro a maio de 2001 recebeu da Câmara dos Deputados R$ 22.532,49, mas movimentou R$ 96.522.

Foi apurada a existência de diversos depósitos na conta do assessor, em dinheiro e depósitos on line que totalizariamR$ 74.744. “Alguns dos depósitos eram seguidos de retirada imediata por meio de saques em terminais eletrônicos alguns deles nos mesmos dias do depósito”, o que chamou a atenção do ministro procurador-geral Roberto Gurgel.

De acordo com Joaquim Barbosa, os sucessivos depósitos de R$ 1 mil, na conta de Silas Câmara, “era uma clara tentativa de manter a discrição do esquema criminoso para não chamar a atenção do órgão de fiscalização bancária”. Os depósitos totalizaram R$ R$ 78.414. Além desses, a conta de Silas recebeu depósito, em dinheiro, no valor de R$ 52.934,93. “Assim agindo, Silas Câmara praticou peculato à medida que se valeu do cargo de deputado federal para desviar, em proveito próprio, recursos públicos da Câmara dos Deputados”, disse o ministro-relator em seu voto pela abertura da ação penal.

quinta-feira, 11 de março de 2010

Naufrágio no rio Solimões

Infográfico: Celso Paula
Segundo a Capitania dos Portos, embarcação saiu de Manaus rumo ao município de Tefé



Tayana Martins e
Adauto silva

Da Equipe de A CRÍTICA

Uma embarcação que transportava cargas e passageiros de Manaus para o município de Tefé (distante a 631 quilômetros de Manaus, via fluvial), naufragou, na madrugada de ontem, nas proximidades do município de Anori (a 234 quilômetros da capital, via fluvial), em frente à comunidade de Ambé. Dois tripulantes da embarcação A. Nunes estão desaparecidos.

De acordo com informações da Capitania dos Portos, a embarcação saiu de Manaus às 10h da última terça-feira com 48 passageiros. Segundo o Corpo de Bombeiros, a embarcação teria feito paradas em municípios próximos a Manaus para pegar mais passageiros e ficou com um total de 92 pessoas à bordo. A capacidade do barco era de 177 passageiros.

Uma equipe da Capitania dos Portos com quatro mergulhadores do Corpo de Bombeiros saiu de Manaus, na manhã de ontem, e chegou ao local do naufrágio somente no final da tarde. O trajeto de barco de Manaus para o município de Anori é de mais de sete horas. Durante a noite o trabalho de buscas foi suspenso. Somente hoje os órgãos devem divulgar informações sobre as pessoas desaparecidas.

Por volta das 1h o barco bateu em um tronco de árvore que estava flutuando e teve o casco perfurado. Tripulantes tentaram retirar a água da embarcação e conseguiram transportar os passageiros para a margem do rio Solimões. Os tripulantes retornaram ainda para o barco na tentativa de tapar o buraco e retirar a água, mas a embarcação tombou e ficou apenas com a popa submersa.

Segundo informações de sobreviventes, no momento em que a embarcação tombou, dois tripulantes ficaram presos na parte de baixo do barco. Sobreviventes informaram ainda que em 15 minutos conseguiram sair da embarcação, quando souberam da perfuração. Em pouco menos de meia hora, a embarcação tombou.

Uma outra embarcação que estava passando pelo local, a N/M CMT Natal VI, fez o resgate dos passageiros que estavam na margem do rio. Eles foram levados, ainda nas primeiras horas da manhã de ontem, para os municípios de Coari e Tefé. Além de equipamentos de mergulho, a equipe do Corpo de Bombeiros encaminhada para o local deve utilizar GPS e telefone via satélite nas buscas.

quarta-feira, 10 de março de 2010

Mitouso em Brasília: Ministro dos Transportes Garante novo Cais no Solimões no Valor de R$ 40 milhões

O prefeito de Coari, Arnaldo Mitouso agradece ao o Ministro Alfredo Nascimento o compromisso com o povo de Coari.

O encerramento da visita oficial do prefeito de Coari, Arnaldo Mitouso se deu no Ministério dos Transportes. O encontro com o Ministro não poderia ter sido mais proveitoso para o município, Alfredo Nascimento ouviu atentamente as necessidades de Coari relatadas por Mitouso.

O prefeito agradeceu a conclusão do cais do porto, algo que vinha causando transtorno população coariense, no entanto afirmou que é necessário um cais de grande porte para suprir a demanda que surgirá nos próximos anos,tanto para desembarque de mercadorias como para o escoamento da produção Rural.

Mitouso apresentou seu projeto que vai ligar as duas principais estradas da cidade Coari/Itapéua e Coari/ Mamiá, realizar o asfaltamento das grandes vicinais, além da construção da Ponte do Pêra, todas estas obras estarão interligadas, o que irá dinamizar o transporte da produção rural do município, diminuindo custos e possibilitando o aumento da produção.

Diante desta proposta, Alfredo Nascimento percebeu a real necessidade de um novo cais do porto em Coari. O Ministro liberou a construção de um novo cais no Rio Solimões, onde a profundidade do rio é maior, o que irá possiblitar a atracação de navios e o desembarque de grandes containers.

A obra estará orçada em torno de R$ 40 milhões e será iniciada nos primeiros meses do ano que vem. A construção deve durar cerca de dois anos e será uma marco na História do Amazonas, já que Coari será o primeiro município a possuir dois cais.

O prefeito agradeceu em nome do povo de Coari, o compromisso do Ministro Alfredo Nascimento com povo de Coari e do Amazonas:-" Não se pode pensar em desenvolvimento sem investir sério na infra-estrutura das cidades na Amazônia, Coari é uma destas que tem um potencial enorme mais que sem os investimentos necessários,não é possível nos tornamos auto-sustentável. É fundamental neste sentido a busca de parcerias,e aqui em Brasília tivemos a alegria de encontrar todas as portas abertas para o povo de Coari-", finalizou Mitouso.

terça-feira, 9 de março de 2010

Mitouso em Brasília: Michiles garante inauguração do Porto até o fim de Março


Um dos maiores transtornos de Coari estará chegando ao fim. Foi o garantiu o assessor de Gabinete do Ministério dos Transportes, o ex-Dep. Federal Humberto Michiles, o cais do porto em Coari deverá ser inaugurado já no final de Março.

o funcionamento do Cais do porto era uma das grandes preocupações de Mitouso, pois a precariedade em que se encontra o local de embarque e desembarque de cargas e passageiros causava enormes transtornos ao comércio, ao turismo e aos usuários de maneira geral.

-"Queremos ver nosso povo sendo tratado com dignidade e isso não estava sendo possível com as atuais condições do Cais, temos um projeto sério de desenvolvimento e este passa por cais do porto do porte que Coari merece-" afirmou Arnaldo.

Michiles é um conhecedor dos problemas existentes em Coari, e disse que está também era uma de suas grandes preocupações:-" Tenho um carinho muito especial por esta terra quero ver as pessoas novamente sorrindo e virando a página negra da história de Coari, acredito no projeto de Mitouso e tenho plena certeza que ele fará uma grande governo-" concluiu o ex-Deputado Federal.

Lewandoswki é eleito para a presidência do TSE

Da Agência Brasil, em O Globo:

Menos de um ano depois de assumir uma vaga no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Ricardo Lewandowski foi eleito nesta terça-feira presidente da Corte Eleitoral com a missão de comandar as eleições de 2010. A posse de Lewandowski está prevista para abril.

- Tenho a certeza de que estaremos a altura das honrosas tradições desta Casa, e da Justiça Eleitoral, e que propiciaremos a todos os cidadãos e a todos os candidatos uma eleição tranquila, e chegará a bom-termo - disse.

Lewandowski foi eleito presidente do TSE depois que seu colega Joaquim Barbosa renunciou ao cargo de ministro do tribunal por problemas de saúde. Apenas ministros do Supremo Tribunal Federal podem assumir a presidência do TSE.

Mitouso em Brasília: Praciano libera emendas para Coari


O Dep. Federal Francisco Praciano se encontrou com o Prefeito Arnaldo Mitouso após a sessão da Câmara dos Deputados na última quinta-feira(04/03). Mitouso parabenizou o parlamentar pelo excelente trabalho em prol do Amazonas e explanou sobre sua visita oficial em Brasília, a qual tinha como meta estreitar os laços com o Governo Federal e apagar mau impressão que Coari tinha em nível nacional em face aos diversos escândalos ocorridos no passado.

O prefeito de Coari mostrou seu compromisso com a garantia dos direitos da família e o combate a exploração sexual de crianças e adolescentes no município.-" Desde o inicio de nosso mandato temos procurado garantir dos direitos das crianças de nossa terra, foi por isso que inauguramos o CREAS ( Centro de Referência de Assistência Social), com profissionais especializados como Assistentes Sociais, Advogados, pedagogos entre outros, iremos também inaugurar a secretária da Mulher, que também cuida da garantia dos direitos humanos e o CRAS ( Centro de Referência de Assistência Social), que cuidará especificamente da proteção da Família-". Relatou o prefeito.

Praciano aprovou as medidas do prefeito e nesta linha já garantiu em emendas parlamentares para Coari R$ 450 mil que serão dividos entre o Conselho Tutelar, Secretária da Mulher e proteção do direitos humanos.

-" Meu compromisso é com o povo de Coari e é neste sentido que procuro trabalhar-" concluiu o Deputado. O Dep. ainda acompanharia Mitouso em visita Institucional ao Ministério dos Transportes.

Mitouso em Brasília: Marcelo Serafim libera verbas para a UFAM em Coari


O Dep. Federal Marcelo Serafim recebeu em seu gabinete o prefeito de Coari e sua comitiva. Marcelo Serafim foi aliado de Mitouso durante as últimas eleições, hoje é Presidente da Comissão Parlamentar da Amazônia, cargo mais importante na Câmara Federal para a região norte.
Serafim reiterou o apoio ao governo Mitouso e se mostrou à disposição da nova administração.

-" Coari passou por um momento difícil, mas com seriedade e muita responsabilidade é possível resolver os problemas deixados pelos maus administradores e trazer Coari de volta ao progresso-" afirmou Marcelo Serafim.

Mitouso apresentou seu plano de ação para o município e ressaltou as potencialidades existentes, dentre as apresentadas a que mais chamou a tenção do parlamentar foi a presença de 4 instituições de ensino superior ( UFAM, UEA, IFAM, UAB), nesta linha Marcelo Serafim liberou R$ 4,5 Milhões para serem investidos nas potencialidades regionais através da UFAM.

O presidente da Comissão Parlamentar da Amazônia deve vir a Coari em meados de Abril onde fará visitas institucionais.

Mitouso em Brasília: Magno Malta demonstra idignação com soltura e impunidade de pedófilos em Coari



Além de visita as instituições do Governo Federal, Mitouso e sua comitiva visitaram o gabinete do Senador Magno Malta (ES), presidente da CPI da Pedofilia. Foi o primeiro encontro entre Mitouso e o Senador desde sua vinda em Coari. O senador parabenizou o prefeito pela vitória nas eleições suplementares e pediu que Arnaldo realize um grande trabalho.

-"Percebi em Coari uma cidade do medo da lei do silêncio, onde as pessoas tinham medo de denunciar uma organização criminosa que além de usar o dinheiro público para incentivar aprostituição infantil ainda criava mílicia para amedrontar a população"- afirmou Malta.

Mitouso apresentou o relatório situacional de como a prefeitura foi encontrada e quais seus planos para o município. Os advogados do município aproveitaram para entregar o nome e o processo da cafetina que chegou a Coari e que se apresenta como jornalista, Renata Maquiné, Malta se impressionou com cinismo do grupo que administrou Coari por nove anos e que trás uma nome como esse para uma cidade traumatizada com práticas de pedofilia.

O senador convidou o prefeito e sua comitiva para assistirem a sessão do Senado no Plenário, Malta citou a presença do prefeito e de sua comitiva em ao vivo em rede nacional através da TV Senado, o mesmo cobrou providências da justiça do Amazonas contra a organização criminosa desmontada durante a operação Vorax, pediu também que o Ministro Ricardo Lewandovisky julgue logo o mérito da condenação de Rodrigo Alves cassado por compra de votos, Malta afirmou ainda que o momento em que o país vive aponta para a punição dos maus políticos e que pessoas como essas devem ser banidas da vida pública.

Mitouso em Brasilia: Prefeitura Reafirma Parcerias com Banco do Brasil

Em uma clima amistoso e descontraído Mitouso foi recebido pelo Gerente-Geral do Setor público em Brasília, André Silva, também amazonense

Em continuidade de sua agenda oficial em Brasília, o prefeito Arnaldo Mitouso visitou a sede do Banco do Brasil na Capital Federal. Mitouso encontrou-se com o Gerente-Geral do Setor público do Banco, o senhor André Jorge Côrrea da Silva que apresentou as linhas de crédito para os municípios brasileiros. O Gerente mostrou-se inteirado da realidade vivida em Coari e como amazonense se mostrou solidário à Mitouso e o parabenizou pela vitória nas urnas.

Mitouso apresentou a situação financeira do município, e mostrou de que forma tem conduzido uma cidade que estava a beira do colapso econômico e que hoje espera a superação e da retomada do desenvolvimento. Silva por sua vez afirmou que todas as linhas estarão abertas à prefeitura e que com o fim das últimas pendências entre prefeitura e governo Federal uma série de parcerias serão realizadas nos próximos dias.

Mitouso deve ter uma nova audiência com o gerente até o dia 30 do próximo mês com todas as certidões necessárias para o fim da inadinplência, e enfim poder renovas parcerias e convênios com as Instituições Federais.

segunda-feira, 8 de março de 2010

Mitouso vai à Brasília e Apresenta seus Projetos


Na ultima Quarta-Feira (03/03), o prefeito de Coari, Arnaldo Mitouso esteve na capital Federal cumprindo agenda oficial em diversas instituições . Acompanhado dos secretários de Planejamento Josinaldo Linhares, Administração Evandro Moraes, Institucional Adevan Cordovil, Procurador-Geral do Município Hernesto Costa e de seus filho Jefiter Mitouso, a visita tinha como meta a aquisição de novos convênios com o Governo em Brasília, além da aproximação com a esfera Federal e a melhoria da imagem política do município.



O prefeito de Coari iniciou sua visita pela Sub-Chefia de Assuntos Federativos onde conheceu a Doutora Iolanda Batista que é também responsável pelo PAC ( Programa de aceleração do crescimento) Norte, o mesmo juntamente com secretário de Planejamento do município Josinaldo Linhares apresentou o plano de ação municipal e as principais necessidades de infra-estrutura da cidade.

Dentre os principais projetos apresentados ganhou destaque a construção da Ponte do Pêra, sobre a qual o prefeito ressaltou a importância estratégica da mesma para o desenvolvimento socioeconômico do município.

Iolanda Batista falou da nova atuação do PAC na Amazônia, que num primeiro momento atendeu a projetos de infra-estrutura das capitais da região tais como: habitação, pavimentação, construção de orlas entre outras. No entanto, o PAC2 agora atenderá as cidades de médio e pequeno porte na Amazônia, o que inclui Coari neste perfil.

Iolanda Batista solicitou a atualização dos valores do projeto da Ponte o quanto antes para que em meados de Junho , para que a mesma possa iniciar suas obras o breve possível.

Além de priorizar a construção da Ponte do Pêra, Mitouso explicitou outras demandas como mais investimentos na Geração de Emprego e Renda, Ciência e Tecnologia e Segurança Pública.

Diante destas demandas a chefe de assuntos federativos da Presidência da República, Iolanda Batista marcou uma nova agenda de visitas do prefeito com o Ministério do Trabalho, SEBRAE, Ministério de Ciência e Tecnologia e PRONAF, a qual ocorrerá no próximo dia 30.